Forum ViSiBLe

Bem Vindo
Se registrares neste fórum, podes fazer parte da nossa comunidade.Prezamos aqui pela participação ACTIVA de cada membro.


Atençao: Nao precisa Confirma a sua conta no hotmail (Basta Registrar e Começar a participar do forum.)

WWW.FORUMVISIBLE.COM

Temos vagas na STAFF !! Clique Aqui!

Microsoft chama de "propaganda" as campanhas para o "software livre"

Compartilhe
avatar
MrViSiBLe
Administrador
Administrador

Número de Mensagens : 3779
Idade : 25
Localização : Cuiaba
Agradecimentos Agradecimentos : 864
Data de inscrição : 10/12/2008

Microsoft chama de "propaganda" as campanhas para o "software livre"

Mensagem por MrViSiBLe em 9/16/2010, 06:18

O presidente da Microsoft para a América Latina, Hernán Rincón, incentivou às autoridades da região a deixarem o desenvolvimento de softwares em mãos privadas e chamou de "propaganda" as campanhas de IBM, Google e Oracle a favor do "código aberto". O diretor colombiano assegurou que, embora "respeite" as decisões dos Governos, "deveriam se dedicar a melhorar a vida do cidadão" e não à informática, disse fazendo referência à popularização no Brasil de programas de "código aberto" impulsionada pelo setor público. "O único problema é que, quando é desenvolvido baseado em ''software livre'', é necessário fazer produtos gratuitos e é muito difícil tramitar uma empresa dessa forma", explicou Rincón em um encontro com jornalistas latinos, hoje, na sede da Microsoft em Seattle, com pretexto do lançamento do Explorer 9. O executivo, no entanto, reconheceu as virtudes do "código aberto" com o qual convivem "sem problemas". "O mundo se movimenta pela inovação", indicou Rincón, que assegurou que a Microsoft "continuará investindo fortemente na América Latina no futuro", ao mesmo tempo que ironizou o interesse de seus concorrentes em apelar para o "software livre". Rincón destacou o impacto econômico da Microsoft na América Latina onde, segundo um estudo realizado em 2009 pela companhia de análise International Data Corp (IDC), para cada dólar ingressado pelo gigante tecnológico na região, as companhias associadas a sua tecnologia ganharam uma média de US$ 12. "Vemos muitas oportunidades na América Latina", disse Rincón, além de assinalar que a demanda de TI na região se multiplicou durante os últimos anos. "Este ano, serão vendidos entre computadores e telefones celulares mais de 50 milhões de aparatos novos. Isso é genial para todos", assegurou. Segundo seus dados, atualmente há 500 milhões de pessoas na América Latina que possuem um telefone celular, dez vezes mais que em 2005, e a acessibilidade aos serviços da internet melhorou consideravelmente em 5 anos graças ao investimento das companhias de telecomunicações em redes 3G.

    Data/hora atual: 7/20/2018, 02:39